Tecidos do corpo humano são expostos para toda comunidade da UniFaj

OK - Mostra de Projetos - 06062017 (42) (Copy)A exposição de trabalhos “Navegando entre os tecidos – Conhecendo o nosso corpo?”, do primeiro semestre de Nutrição da UniFaj, movimentou a noite da instituição do dia 6 de junho, na área anexa as cantinas no campus II. A professora Maruska Neufert auxiliou os alunos na elaboração e montagem dos ambientes criados para apresentar a toda população do Centro Universitário os tecidos do corpo humano.

Oito tipos de tecidos foram expostos de diversas maneiras, como os neurônios feitos de almofada, o tecido sanguíneo demonstrado com uma gelatina e hemácia com sabor adocicado que os visitantes puderam degustar. Dentre as abordagens, teve o tecido adiposo, nervoso, cartilaginoso, sanguíneo e o epitelial que foi o tema do trabalho da aluna Daniela Camargo, que também fez uso de gelatina para criar a maquete. “O processo foi difícil porque não queríamos fazer uma coisa clássica, então construímos os tecidos a partir da gelatina. Foi uma maneira ótima de aprender e a maquete ajuda a entender, tentamos resumir ao máximo e que você de fácil acesso a todos os públicos”, disse a graduanda.

O grupo dos alunos Rodrigo Granconato e Sandro Lins, falaram sobre o tecido epitelial, mas de outra forma, elaboraram a maquete com isopor, gesso e tinta para explicar o conceito do tema. “Desta forma aprendi mais porque buscamos mais conhecimento para estudar e fazer a maquete”, explica Rodrigo. Para o Sandro, os eventos que promovem o envolvimento na prática dos estudantes é enriquecedor. “Tiram a gente da sala e mudamos de papel com o professor porque temos que explicar o que aprendemos para todo mundo”, ressalta.

A mostra também contou a exposição de trabalhos da disciplina de Anatomia reunindo ao todo 50 alunos.

A colaboradora FAJ buscou por meio da atividade, estimular os futuros nutricionistas a pesquisar a fundo sobre os temas, tendo um aprendizado completo sobre os tecidos do corpo humano e ao final expor todo esse conhecimento. “Divulgar o que eles aprenderam do corpo humano e ver a criatividade de cada grupo além de estimular a fazer trabalhos diferentes”, explica a docente Maruska.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s